O Poder do Abraço

 




O que é um abraço? 

É uma demonstração de afeto, carinho, amizade, ternura e respeito. É um momento mágico, onde uma pessoa se apoia no peito da outra ou quando envolvem próximo ao peito algo ou alguém trazendo a sensação de aconchego e acolhimento.

Está presente em várias culturas, até entre primatas, onde tem a função de criar um laço ou uma hierarquia no grupo onde esteja inserido.

O Abraço é um lugar onde o toque e as emoções se encontram trazendo bem estar e felicidade.

Estruturas de um Abraço:

✅ As pupilas se dilatam mesmo quando os olhos se fecham
✅ Os lábios se calam serenos
✅ A mente vive a sensação de que o tempo parou
✅ O coração acolhido, acelera e bate mais forte

O Abraço Tolido:

Atualmente, um dos efeitos da pandemia, foi a prevenção através do isolamento social e as medidas de segurança que nos toliu do convívio e consequentemente do abraço. Mas antes mesmo da pandemia, nossa sociedade já vinha se isolando diante de uma conduta individualista, o que acabava por segregar e afastar as pessoas umas das outras, trazendo laços frouxos nas relações, assim como dizia em suas obras o sociólogo Zygmunt Bauman.

Consequentemente, o número de pessoas inseguras e carentes cresceu, dando poder às doenças do corpo, da mente e da alma como a depressão e a ansiedade, sem contar as o alívio das dores das perdas irreparáveis que também hoje é negado diante da impossibilidade de um afetuoso e curativo abraço.

Ahhh um Abraço...  Tão essencial nos dias de hoje e tão tolido.


Importância do abraço:

O livro Carícia Essencial aborda esse tema e traz uma pesquisa onde os bebês podem morrer de carência de afeto antes do que de fome. Logo a falta desses estímulos podem levar o indivíduo à morte, pois são fundamentais para a sobrevivência do ser humano. 

Já no que se refere ao crescimento, aquelas crianças que crescem sem o estímulo afetivo tem graves problemas de desenvolvimento, além da dificuldade nos relacionamentos interpessoais. 

No indivíduo adulto, esta ausênca acarreta medo, danos psicopatológicos intensos, desenvolvimento da loucura; de doenças e até a morte.

Neste sentido, podemos observar que tais estímulos afetivos geram conforto e empatia, atuando emáreas específicas do cérebro, influenciando os processos de pensamento, reações e de respostas fisiológicas.

Benefícios do abraço, 
paraquem dá e para quem recebe:

Redução do estresse e da dor:
Pesquisas comprovam que pessoas com bom apoio emocional e que são abraçadas com frequência tendem a ter menor risco de infecção, pois os abraços agem como amortecedor contra experiências negativas.

Redução da Ansiedade e do Medo:
Diante de toques simples de poucos instantes, ou mesmo um singelo tapinha nas costas, podem proporcionar alivio nas preocupações, demonstrando a impostância dos estímulos afetivos interpessoais.

Melhora a Memória e Ameniza quadros depressivos:
Ao dar um abraço, tocar ou simplesmente estar perto de alguém onde os há estímulos de vínculo e afeto aumenta a produção de oxitocina (hormônio do amor), também chamada de hormônio da felicidade, que traz a sensação de calor no corpo, prazer, bem estar, contém propriedades anti-envelhecimento, além de afetar a mente (melhorando a memória) e as emoções, aumentando os sentimentos de apego, conexão, confiança e intimidade, além de ajudar a curar a solidão, auxiliar os quadros depressivos, no isolamento que estamos vivendo e até a raiva.

Aprimora a Comunicação:
Mesmo sem perceber, o abraço traz uma linguagem corporal e uma comunicação não verbal. As emoções se manifestam genuinamente, desde o medo à gratidão, fortalecendo laços ainda que as pessoas não se conheçam.

Uau, quantas emoções positivas cabem em um abraço...

Você já pensou nisso?

Melhora a saúde do coração:
Além da proximidade do coração, os Abraços também trazem saúde vascular. Mesmo um abraço de 20 segundos tem efeitos benéficos para o coração, incluindo redução da pressão arterial e melhora na capacidade de lidar com o estresse.

Alívio da dor:
Os abraços também podem atuar como um analgésico devido sua semelhança ao toque terapeutico que vem sendo testado em pessoas que sofrem de fibromialgia, uma condição que causa dor nos ossos e músculos. Dentro dos estudos e de terapias, participantes relatam uma diminuição significativa na dor e um aumento na qualidade de vida. 

Aumento da Imunidade:
As pessoas que vivenciam conflitos contínuos com outras são menos capazes de combater o vírus do resfriado, por exemplo. Também sabemos que as pessoas que relatam ter apoio social estão parcialmente protegidas dos efeitos do estresse nos estados psicológicos, como depressão e ansiedade, conforme vimos acima, possibilitando assim o aumento na imunidade.
Você sabia?

O poder mágico de um Abraço é tão grande que ele ganhou até um dia no calendário para ser comemorado, lembrado e praticado.

Dia do Abraço 22 Maio

A data já passou, mas todo dia é dia de dar um afetuoso abraço, não é mesmo?

E aí, me dá um abraço?













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Gratidão!