Convívio na pandemia e a Raiva - gerindo emoções

Realize a Meditação da Raiva




 Aaaai, como conviver nesta pandemia com tanto ódio, tanto medo, tanta intolerância? 

Como inibir nossos gatilhos mentais que acionam a raiva? Devemos inibir?

Como encontrar alternativas para que essa energia que pulsa forte em nós seja canalizada para algo positivo, nossos projetos, nossos sonhos? 

Como encontrar um novo olhar sobre nossas experiências e em melhores condições encontrar caminhos alternativos incríveis que movam nossa alma para longe das brigas, desentendimentos e tantas energias densas?

Nem sempre é possível, não é mesmo! Mas o processo segue um caminho em um encontro consigo mesmo, com as vulnerabilidades, os limites, os nossos inegociáveis para manter a dignidade e a felicidade de existir em nós. 

Como, ao sentir a raiva, encontrar um ponto de equilíbrio e uma forma de extravazar para que o corpo não somatize e se torne enfermo?

Meditar, refletir, observar com carinho, sem julgamento, pedir ajuda quando não souber como fazer, buscar soluções através da compaixão ao seu Ser, ao próximo, às situações que nos ensinam como viver em plenitude mesmo diante dos desafios parecem ser algumas possibilidades.

Mas você enxerga a raiva como um problema ou um desafio? Algo ruim ou algo que pode ser transformado em uma energia propulsora e criativa positiva?

Tudo depende de você, de como olha, como reage, como lida com cada situação. 

Tudo depende de  como você deseja continuar agindo, reagindo, fugindo, explodindo. De que lado da polaridade deseja que sua energia fique e emane?

Então, fica a reflexão: Como você lida com a Raiva?

Que tal acolher esta emoção e enchergá-la  com outra perspectiva?


Vem meditar com a gente! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Gratidão!